As Brumas de Avalon, Livro 1 e 2 - Marion Zimmer Bradley


Mais uma resenha dupla, acho que gosto de fazer isso. Se pudesse resenharia dos quatro livros, mas não disponho de tanto tempo para leituras quanto gostaria.

Avalon é um tema que me tem. Gosto muito. Me sinto em casa e posso imaginar viver naqueles reinos encantados cheios de magia e segredos.

(Skoob)
A Senhora da Magia - vol. 1
Ano: 2008
Páginas: 252
Editora: Imago
Avaliação: ★★★★★
Sinopse Wikipédia:
Neste romance, a lenda do rei Artur é contada pela primeira vez através das vidas, das visões e da percepção das mulheres que nela tiveram um papel central. Pela primeira vez, o mundo arturiano de Avalon e Camelot, com todas as suas paixões e aventuras - o mundo que, através dos séculos, cada geração recriou em incontáveis obras de ficção, poesia, drama - é revelado, como se poderia esperas, pelas suas heroínas - pela rainha Guinevere, mulher de Artur; por Igraine, mãe de Artur; por Viviane, a impressionante Senhora do Lago, Grande Sacerdotisa de Avalon; e principalmente pela irmã de Artur, Morgana, também conhecida como Morgana das Fadas, como a Fada Morgana - como feiticeira, como bruxa - e que nesta épica versão da lenda desempenha um papel crucial, tanto na coroação como na destruição de Artur. Trata-se, acima de tudo, da história de um profundo conflito entre o cristianismo e a velha religião de Avalon.
Resenha:

Li as brumas livro 1 no ano passado e fiquei pensando sobre a leitura. Achei a escrita muito densa, mais do que os outros livros da Marion. Se no A senhora de Avalon falam, no final do livro, sobre a infância e adolescência da Viviane, no livro 1 das Brumas aborda a vida da jovem Igraine e sua filha, Morgana. O marido mais velho que muitas vezes não respeitava seu querer e seu corpo, ou que buscava satisfação em outras mulheres quando a esposa pedia que não se deitasse com ela para que pudesse amamentar plenamente Morgana.
Morgana, uma criança pequena, morena é muito séria, absorvia tudo à sua volta.

Ela mesma diz que na sua infância já tinha a visão e não sabia, e como os padres queriam domar ela é sua tia Morgause. Morgause era atrevida e viva, até se insinuara para Gorlois, marido de sua irmã. Até que se casou com Lot.

O livro trata também do encontro de Igraine e de Uther e sua relutância a acatar as ordens da irmã de casar-se com o novo rei. Ou quando ela deixa Morgana de lado por causa do amor da sua vida e o filho desse amor, Arthur.

Vemos uma jovem Morgana que cuida do irmão pequeno como um filho que seria muito cedo para se ter e quando Viviane pede que deixe a menina ir para Avalon e Igraine aceita como salvação, ou a filha iria para um convento ou para Avalon.

É muito rico a descrição do treinamento de sacerdotisa da menina Morgana, sua revolta, seus amores, sua paixão por Lancelot, filho de sua tia Viviane e primo. De como ela foi a deusa para a iniciação do irmão Arthur e que só foi saber na manhã do casamento sagrado, após o ritual em que eles fizeram amor como o deus e a deusa. Morgana engravida e fica em dúvida se vai ou não tirar.


(Skoob)
A Grande Rainha - vol. 2
Ano: 2008
Páginas: 232
Editora: Imago
Avaliação: ★★★★Sinopse Wikipédia: No segundo volume, que começa pouco depois da coroação de Arthur como Grande Rei da Bretanha, há um amadurecimento das personagens, já enfrentando as conseqüências de suas escolhas.
A personagem que recebe maior destaque nesse volume é Guinevere (Gwenhwyfar), a princesa escolhida para se casar com Arthur e se tornar a Grande Rainha da Bretanha. Ela é uma cristã fanática, com ideias extremamente patriarcais e um profundo complexo de inferioridade por ser mulher. Guinevere se apaixona por Lancelote, o principal cavaleiro de Arthur, desde que o vê pela primeira vez. E como não consegue dar um filho a Artur, entende que isso é um castigo de Deus contra seu amor adúltero. Assim, para se redimir, Guinevere cobra de Arthur que ele se torne o mais cristão dos reis e tenta impor à Corte um estilo de vida cristão cada vez mais radical. Ao mesmo tempo, ela desenvolve um ódio crescente contra Morgana, em parte por ela não aceitar se tornar cristã e viver com a liberdade de uma mulher pagã, em parte pelo ciúme que sente de Morgana com Lancelote. E Arthur, supondo que o estéril do Casal Real talvez seja ele, permite que Guinevere se torne amante de Lancelote, para dar um herdeiro ao trono.
Resenha:

O livro 2 é mais voltado para Gwenhwyfar, ela e seu amor proibido pelo Lancelot que retribuiria. O casamento com Arthur e a tomada de consciência de que ela se tornará a grande rainha! Ela não conseguia ter filhos, engravidava e abortava e se culpava por seu amor por Lancelot, esse amor pecaminoso ser a causa disso.

Nesse livro Morgana sai um pouco de cena (o que me deixou bem triste e desanimada, porque acho Gwenhwyfar um tanto fútil e infantil, sem contar que ela é muito insegura), mas volta ao final para contar que estava perdida no reino das fadas, ela desbrava uma relação com Kevin, o bardo que irá substituir Taliesin, o Merlin. Vejo todas as mulheres em foco muito amarguradas com suas relações de amor. Viviane e Morgana, Morgana, Gwenhwyfar e Lancelot, Morgana e Arthur (que nutre um amor além do de irmão desde o Grande Casamento Sagrado em que foram Deus e Deusa um para o outro e para a Bretanha), Kevin e Morgana (eu realmente queria que esse casal fosse mais trabalhado na trama, acho eles muito lindos e silenciosos um com o outro, gosto disso) etc
É um livro rico historicamente e com as pinceladas de magia e crenças, mostrando sempre a fortaleza que são as mulheres para si e para os outros. 

Foi por esse motivo que o escolhi para ser o livro do mês de março do desafio literário, por se tratar de uma leitura que abrangeria diversas mulheres fortes e seus aspectos luminosos e também sombrios. 


Espero que tenham gostado, super indico, é uma ótima leitura, envolvente e cheia de surpresas!

2 comentários:

  1. Eu tenho os 4 livros, mas ainda não li nem o primeiro huahua trágico. Eu quero reservar um tempo bom para me dedicar a essa saga!

    Com amor,
    Bruna Morgan

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já te indiquei o ciclo de avalon que vem antes né?? Se não indiquei, me chama que eu te passo os nomes!

      Excluir

Deixe um comentário aqui!
Comentário sujeito a moderação.

Era uma vez, uma menina... © Copyright 2011 - 2016. - Versão 9. Little nymph. Ilustração Martina Naldi. - Original de Muryel de Oliveira. Tecnologia do Blogger.